MINERAL RARO NA SUPERFÍCIE É ENCONTRADO DENTRO DE DIAMANTE

Cientistas encontraram vestígios de perovskita, mineral nunca visto na
superfície, dentro de um diamante na Cullinan, na África do Sul.
A descoberta permite identificar que o mineral é feito à base de cálcio e
titânio, permitindo novas suposições do que acontece entre a crosta oceânica e o manto
terrestre. A partir de estudos foi criada uma imagem teórica da perovskita.
Apesar de ser o quarto mineral mais abundante no mundo não é possível
mantê-lo estável na superfície. “A única forma possível de preservar este mineral na
superfície é quando está aprisionado num contentor sólido como um diamante”,
explicou o professor do departamento de Ciências da Terra e Atmosféricas da
Universidade de Alberta, no Canadá, Graham Pearson.
A mina onde o diamante foi encontrado é o local de extração de algumas das
pedras mais valiosas. Este exemplar foi formado a 700 quilômetros de profundidade,
sendo que a maioria se forma a 150 a 200 quilômetros da superfície.
Segundo Pearson essa descoberta é o exemplo de mudança da crosta
terrestre. “Claramente é vista a reciclagem da crosta oceânica e do manto terrestre
inferior, o que proporciona uma prova fundamental do que acontece às placas oceânicas
à medida que descem na profundidade da Terra”, afirma.
Fonte: Revista Mineração e Sustentabilidade
Autora: Bianca Lima
Data: 14/08/2018

Deixe um comentário

Visit Us On FacebookVisit Us On Instagram