ECONOMIA CIRCULAR É OPORTUNIDADE DE NEGÓCIO TAMBÉM PARA MINERADORAS

A indústria da mineração vê a transição para a economia circular também como uma oportunidade
de negócio para o próprio setor. A princípio, embora a reutilização de produtos, que são fabricados a partir
de minérios, possa representar um inibidor da atividade de produção de minérios, a visão do Instituto
Brasileiro de Mineração (IBRAM) vai no sentido contrário.
Segundo o diretor-presidente do Instituto, Flávio Penido, “esse modelo contribui para que o
aumento da competitividade empresarial seja alcançado de forma sustentável, por meio do uso racional
dos recursos naturais e do desenvolvimento de novas cadeias produtivas, com geração de emprego e
renda”.
Para ele, “a transição para a economia circular requer investimentos para que as empresas, sejam
mineradoras ou de outros setores, possam adquirir tecnologias e desenvolver processos que conduzam
suas atividades para um modelo circular, além da discussão e implantação de políticas públicas
específicas”.
Flávio Penido participou na manhã desta 4a feira (16/10) da solenidade de abertura do ‘Seminário
Mineração Urbana e Economia Circular na Mineração’, organizado no Ministério de Minas e Energia
(MME), em Brasília.
A economia circular representará importante e crescente papel na realidade futura da mineração,
acredita. “No mundo inteiro, o crescimento populacional e o consequente aumento da procura por
produtos manufaturados exigem, cada vez mais, a criação de estratégias para o uso eficiente dos recursos
naturais. Diante dessa realidade, o setor mineral investe em novos modelos de negócio, na utilização
cíclica de produtos e materiais e no redesenho de processos e produtos”, afirma.
Também participaram da solenidade, representantes dos ministérios de Minas e Energia e da
Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações; do Centro de Tecnologia Mineral; do Instituto Brasileiro de
Informação em Ciência e Tecnologia, entre outras organizações públicas e privadas.
O evento tem o apoio do IBRAM, entre outras organizações. Também estavam presentes à mesa de
abertura a secretária executiva do MME, Marisete Pereira, representando o titular da Pasta, Almirante
Bento Albuquerque; o secretário de Empreendedorismo e Inovação do Ministério da Ciência, Tecnologia,
Inovações e Comunicações (MCTIC), Paulo Cesar Rezende; o diretor do Departamento de Transformação e
Tecnologia Mineral da SGM/MME, Enir Sebastião Mendes; o diretor do Centro de Tecnologia Mineral
(CETEM), Fernando Antonio de Freitas Lins; e a diretora do Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e
Tecnologia (IBICT), Cecília Leite Oliveira.
Fonte: Portal da Mineração
Data: 16/10/2019

Visit Us On FacebookVisit Us On Instagram