ARRECADAÇÃO DE ROYALTIES DE MINERAÇÃO SALTA 53% EM ABRIL

O Brasil arrecadou R$ 217,7 milhões com a Compensação Financeira pela Exploração de
Recursos Minerais (CFEM) no mês de abril deste ano, crescimento de 53,2% em
comparação com o mesmo mês de 2017, quando o valor chegou a R$ 142 milhões. Em
2018, todos os meses têm apresentado crescimento na arrecadação na comparação anual,
devido às mudanças no cálculo e na alíquota dos royalties da mineração
Além do crescimento na base de comparação anual, o mês de abril também teve
um crescimento, mais modesto, na comparação mensal com março, de 4,3%. O mês só
perde em arrecadação para fevereiro, quando o recolhimento de R$ 220,1 milhões na CFEM
representou o maior valor em 25 meses.
Minas Gerais segue como o Estado que mais arrecada com os royalties da
mineração no país, R$ 100,9 milhões em abril. O valor representa um crescimento de 23,7%
em comparação com o mesmo mês do ano passado, em que o recolhimento foi de R$ 81,6
milhões, e de 2,8% na comparação com março, quando o valor arrecadado foi de R$ 98,2
milhões.
O Estado do Pará também continua como o segundo principal arrecadador da
CFEM no Brasil, com R$ 80 milhões recolhidos em abril. O valor é mais que o dobro do
recolhido em abril de 2017, R$ 39 milhões. Na comparação mensal, em que a arrecadação
foi de R$ 84,3 milhões, houve retração de 5%.
Goiás, com R$ 7,6 milhões; São Paulo, com R$ 4,2 milhões; e Bahia, com R$ 3,7
milhões completam os cinco Estados que mais arrecadaram com a CFEM no quarto mês do
ano.
De acordo com dados da Agência Nacional de Mineração (ANM), o minério de
ferro é a commodity que mais gera receita com os royalties do setor, com R$ 146,4 milhões
em abril, crescimento de 27,5% em comparação com o mesmo mês do ano passado, quando
a arrecadação foi de R$ 114,8 milhões.
Assim como no mês passado, o cobre fica em segundo lugar na arrecadação de
CFEM, com R$ 14 milhões, crescimento de 28,4% ante abril de 2017, quando o recolhimento
com o minério foi de R$ 10,9 milhões.
O ouro, por sua vez, também mantém a posição de meses anteriores e fica na
terceira posição, com uma representando uma arrecadação de R$ R$ 12,2 milhões. O
montante é mais que o dobro dos R$ 5,6 milhões recolhidos em abril do ano passado.
Taxa Anual por Hectare
Até março deste ano já foram pagos R$ 41,2 milhões da Taxa Anual por Hectare
(TAH), cerca de 85,1% do total previsto para o ano, que é de R$ 48,3 milhões.
Fonte: Notícias de Mineração
Data: 07/05/2018

Deixe um comentário

Visit Us On FacebookVisit Us On Instagram